Cunhado de jogador fica responsável por Ferrari e destrói carro de R$ 1,2 mi

Conserto vai custar cerca de 440 mil reais

Relacionadas

Lewis Grabban, atacante do Aston Villa, tradicional clube inglês, teve um prejuízo milionário nesta quinta-feira (28). De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o jogador sabia que não estaria em casa, então deixou o carro recém-comprado sob cuidados de seu cunhado.

Árbitros da Copa usarão relógio de R$ 17 mil com tecnologia inteligente

Família de torcedor que morreu no Morumbi processa São Paulo e FPF

Avô de jogador apostou que ele atuaria na seleção e ganhou mais de R$ 80 mil

Em abril de 2017, Lewis, que na época vestia a camisa do Reading, comprou uma Ferrari 488 GTB, avaliada em 250 mil libras, cerca de R$ 1,2 milhão. O atleta encarregou seu cunhado, Michael O’Donnel, da missão de receber o possante em seu lugar. Assim ele o fez, mas aproveitou para dar um passeio com o carrão.

O rapaz, de 26 anos, levou seu amigo Gokan Kiziloz para dar uma volta. A aventura obviamente não deu certo. Gokan, que garantiu ao amigo que já havia dirigido um Porsche e estava acostumado com carros desse tipo, perdeu o controle no volante e deu de cara com uma árvore.

Nenhum dos dois saiu gravemente ferido, mas foram proibidos pelas autoridades de dirigir por um ano. Já Grabban, teve que enviar o carro de volta para a fábrica na Itália, onde o conserto ficou avaliado em 93,5 mil libras, cerca de 440 mil reais.

MAIS SOBRE:

FutebolFerrariFerrari Escuderia
Comentários