D'Alessandro irá processar jogadores da base do Grêmio que o ofenderam

Jovens de 19 anos insinuaram nas redes sociais que meia do Inter seria traído pela esposa

Relacionadas

O meia Andrés D'Alessandro, do Internacional, irá processar o goleiro Gabriel Chapecó e o zagueiro Ruan Tressoldi, jogadores de 19 anos da base do Grêmio, que o ofenderam nas redes sociais após a final do Campeonato Gaúcho. A informação é do site globoesporte.com.

Chapecó falou pelo Twitter. "Não dá conta nem da mulher, vai dar conta do Rio Grande do Sul", respondeu a um internauta que disse que D'Alessandro mandava no estado, após ser expulso no banco de reservas por discutir com o quarto árbitro, Daniel Bins, durante o jogo.

Também no microblog, Tressoldi falou com um torcedor que mantém um blog sobre o ídolo colorado. "Blog para o D'Alessandro. Nem sabe que existem. Depois tão (sic) chorando em casa porque o personal tá deitado na cama com a mulher, ficam fazendo blog para homem", disse para o fã do argentino.

Ambos excluíram as redes sociais e Gabriel Chapecó tentou se retratar. "Peço desculpas a todos os torcedores que ficaram ofendidos com meu tweet sobre D'Alessandro. Acabei agindo no impulso e no calor do momento. Reconheço meu erro", escreveu posteriormente.

D'Alessandro acionou a justiça contra 11 pessoas que espalharam boatos contra sua família na internet em 2018. Também fez queixa ao Conselho de Ética do Inter contra um conselheiro do clube que o havia ofendido.

D'Alessandro foi expulso no Gre-Nal que decidiu o Campeonato Gaúcho por discutir acintosamente com o quarto árbitro. O meia estava revoltado com a marcação de um pênalti para o Grêmio, com auxílio do VAR. No entanto, Marcelo Lomba defendeu a cobrança de André. A final foi decidida nas penalidades depois - o Grêmio triunfou por 3 a 2 e foi campeão.

MAIS SOBRE:

futebolInter [Sport Club Internacional]D'AlessandroGrêmio
Comentários