Dança em gol provoca ira e invasão de campo na Taça Rio sub-20

Jogador do Fluminense faz coreografia antes de marcar e causa confusão em final contra o Vasco, em São Januário

Relacionadas

O clássico entre Fluminense e Vasco, na deste sábado, em São Januário, acabaou bastante tumultado. Os dois clubes decidiam a Taça Rio sub-20 naturalmente até o fim do jogo, quando o gol que deu a vitória por 5 a 3 e o título aos tricolores provocou a ira alvinegra. Tudo por causa de uma atitude do atacante Samuel.

+ Astro da NFL se torna dono de time da NBA

+ Sósia de Neymar já fez 12 anúncios neste ano

+ Saviola migra para o futsal e conquista título

O placar apontava 4 a 3. O goleiro vascaíno foi à área adversária para tentar igualar e como não conseguiu, deu chance para o contra-ataque. O Fluminense arrancou rumo ao gol do rival e Samuel, livre, e sem goleiro, decidiu fazer uma dança antes de empurrar a bola para as redes. Os jogadores do Vasco se sentiram provocados e uma confusão começou.

Os jogadores se empurraram dentro de campo e a torcida até invadiu o gramado. O árbitro acabou agredido antes de fugir para o vestiário e o troféu precisou ser escondido enquanto a situação não se acalmava. Só depois disso o Fluminens pode erguer a taça e vibrar com a conquista.  

MAIS SOBRE:

futebolVascoFluminenseFluminense Football ClubCampeonato Carioca de Futebol
Comentários