Daniel Alves minimiza morte de italiano: 'Todos os dias crianças morrem'

Brasileiro chegou a dizer que crianças morrem de fome e 'não recebem tanta atenção'

Relacionadas

Daniel Alves gerou polêmica nesta segunda-feira ao falar sobre a morte de Davide Astori, zagueiro de Fiorentina, encontrado morto na concentração da equipe neste domingo. O brasileiro chegou a dizer que não ficou tão abalado com a notícia e fez comparações.

+ Fiorentina renova contrato de Astori, capitão do time que morreu no domingo

+ Cuca fecha com a Globo e vai ser comentarista na Copa do Mundo

+ 'Podemos ganhar do melhor Real Madrid', diz técnico do Paris Saint-Germain

"Não ficamos tão abalados, porque não o conhecíamos muito. Sinto muito por sua família. Penso que Davide fez aquilo que gostaria neste mundo caótico e talvez esteja num lugar melhor agora. Mas todos os dias milhares de crianças morrem de fome e não recebem tanta atenção. E são tão importantes quanto. Todos nós vamos morrer, cedo ou tarde, porque estamos aqui de passagem. Estamos tristes, mas certamente não tanto quanto seus familiares", disse Daniel Alves durante entrevista coletiva prévia ao duelo do Paris Saint-Germain contra o Real Madrid, pela Liga dos Campeões.

Nas redes, o comentário do jogador repercute de maneira negativa e muitos internautas chamam o brasileiro de insensível, frio e arrogante. Os fãs também relembraram as declarações de Daniel Alves sobre a cirurgia de Neymar.

Veja a repercussão:

MAIS SOBRE:

futebol Daniel Alves Paris Saint-Germain Fiorentina
Comentários