Deficiente visual, Giulia ganha carta anunciando seu pai no Corinthians

Giulia recebeu um texto escrito em braile e o leu em voz alta

Relacionadas

Roger é, oficialmente, jogador do Corinthians. O atacante de 33 anos foi aprovado nos exames médicos realizados no começo da semana e, na tarde desta sexta-feira, o time anunciou sua contratação. Para isso, o clube fez um vídeo com a filha do jogador, Giulia, que é deficiente visual.

Tributo a Wenger: jogadores prestam suas homenagens ao técnico

Pai do atacante Gustagol é preso com mais de 15 kg de drogas em São Paulo

Manchester City tenta prioridade na compra de três palmeirenses da base

Nas imagens, a menina recebe um envelope e tira uma carta de dentro. O papel está todo escrito em braile - sistema de escrita tátil utilizado por pessoas cegas. "Oi Giulia, tudo bem? Estamos muito felizes em contar para você que o seu pai jogará no Corinthians", diz o primeiro trecho lido em voz alta por ela. 

Giulia dá continuidade a leitura que fala, agora, sobre a incrível torcida corintiana de mais de 30 milhões de pessoas. "Gente, mais de 30 milhões, é muita gente!", comenta com um sorriso estampado no rosto. 

"O novo time do papai também é o único clube de fora da Europa a conquistar dois títulos do mundial de clubes da Fifa. Além de ser o maior campeão brasileiro e paulista. Que a gente possa, juntos, comemorar muitos gols dele pelo timão. Já estamos te esperando na Arena Corinthians, a nossa linda casa em Itaquera, onde se deu a abertura da Copa do Mundo e as Olimpíadas. Seja bem-vinda ao bando de loucos", finaliza a carta.

Claramente feliz, Giulia agradece "Muito obrigada Corinthians" e, após uma pausa, declara que vai falar uma coisa. Adivinhem? "Aqui tem um bando de louco, louco por ti Corinthians. Aqueles que acham que é louco... vai Corinthians!", comemora.

Em suas primeiras palavras como jogador do Corinthians, Roger disse estar realizando um sonho de criança e da família. “Com muita alegria quero agradecer a Deus por essa oportunidade. Sou mais um louco para o bando. Estou focado em fazer um grande trabalho e vestir a camisa do Corinthians. Realizo um sonho de criança e da minha família. Vou guerrear e dar o meu melhor. Essa é a marca do corintiano”, disse Roger.

MAIS SOBRE:

FutebolCorinthiansDeficiente VisualRoger
Comentários