Dérbi na votação: Corinthians é contra árbitro de vídeo; Palmeiras é a favor

Rivais do futebol paulista divergem em definição que descarta a implantação da tecnologia no Brasileiro de 2018

Relacionadas

Rivais históricos, Corinthians e Palmeiras divergiram nesta segunda-feira sobre a adção do árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro deste ano. Os clubes da Série A decidiram nesta segunda-feira, em reunião na sede da CBF, em não implantar o recurso, após a votação apontar o placar de 12 a 7 para não se ter a tecnologia em jogos da competição.

+ Neto ironiza ida de Andrés ao banheiro feminino

+ Fórmula 1 substitui grid girls por crianças

+ Dudu comanda venda de camisas do Palmeiras

O atual campeão Corinthians foi um dos 12 clubes a se manifestar contrário à adoção da medida. A principal justificativa é de cunho ecônomico, já que a implantação do sistema seria de aproximadamente R$ 20 milhões. O valor teria que ser dividido entre os times.

Por outro lado, o Palmeiras esteve entre os sete favoráveis à implantação. Entre os presentes, o São Paulo foi o único a não ter votado. O presidente do time do Morumbi, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, ausentou-se durante o momento da definição do tema.

Confira a divisão dos votos:

Favoráveis: Flamengo, Botafogo, Bahia, Chapecoense, Palmeiras, Grêmio e Internacional

Contrários: Corinthians, Santos, América-MG, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR, Paraná, Vasco, Fluminense, Sport, Vitória e Ceará

Não votou: São Paulo

MAIS SOBRE:

futebolCorinthiansPalmeirasCampeonato Paulista
Comentários