Destaque da Itália espera que Copa ajude a popularizar futebol feminino no país

Hoje, seleção italiana enfrentará o Brasil na última rodada do grupo C, em partida que vale vaga nas oitavas

Relacionadas

Camisa 10 da seleção italiana na Copa do Mundo Feminina, Cristiana Girelli chamou a atenção da Itália ao marcar três vezes contra a Jamaica, na última partida. Nesta terça, o país europeu enfrentará o Brasil na última rodada, em jogo que pode valer a classificação verde e amarela para as oitavas de final.

Com seis pontos, a Itália já está classificada. Em entrevista ao site da Fifa, Girelli comemorou o bom momento e a exposição que a seleção vem tendo nos meios de comunicação do país. Segundo ela, isso pode incentivar mais meninas a praticarem o futebol.

“Estamos aqui tentando vencer, mas também estamos aqui para enviar uma forte mensagem à sociedade lá em casa: que ainda tem muito a se fazer. Estamos aqui para sermos exemplos para pequenas garotas que estão começando a jogar futebol e que podem, um dia, vivenciar jogos como os que tivemos contra Austrália e Jamaica”, afirmou Girelli.

“A atenção que estamos recebendo da mídia é inestimável para o crescimento do futebol feminino na Itália”, completou a atleta italiana de 29 anos, que joga pela Juventus. A Itália não tem tanta tradição no futebol feminino quanto no masculino, mas a modalidade vem crescendo no país.

Saiba como acompanhar a partida entre Brasil e Itália pela Copa do Mundo de futebol feminino e quais as contas necessárias para o Brasil avançar. Hoje, a seleção brasileira perdeu Andressa Alves, lesionada, e espera que Marta tenha condição de jogar por mais de 45 minutos. Formiga está suspensa pelo segundo cartão amarelo.

MAIS SOBRE:

futebol femininoseleção italiana feminina de futebolseleção brasileira feminina de futebolCopa do Mundo 2019 França [futebol feminino]Cristiana Girelli
Comentários