Edu Gaspar revela os bastidores da seleção após eliminação da Copa

Coordenador de seleções afirma que havia um "otimismo muito grande"

Relacionadas

Enquanto os jogadores se apresentam na seleção brasileira pela primeira vez no ano, uma revelação em específica chama a atenção dos internautas. Edu Gaspar, o coordenador de seleções, comentou em entrevista ao Bola da Vez, programa da ESPN, sobre como foi os momento após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo da Rússia.

"Era uma tristeza tão profunda, uma dor tão profunda. Quase todo mundo chorou: o Tite, um no ombro do outro, eu, a comissão técnica. Os atletas todos de cabeça baixa chorando, tentando dar força para o outro", afirmou.

No dia 6 de julho de 2018 o Brasil foi derrotado para a Bélgica por 2 a 1 na tentativa de se classificar para a semifinal do Mundial em solo russo. Edu conta que nos bastidores da seleção havia uma esperança de que a vitória diante dos Diabos Vermelhos ocorreria.

"Existia um otimismo muito grande, não estava prevista uma derrota como aquela. Um otimismo de confiança, de passar pela Bélgica. Porque estávamos indo passo a passo, evoluindo durante a competição", analisa.

O placar foi aberto já aos 13 minutos do primeiro tempo, quando em um escanteio Fernandinho fez contra. Aos 30 minutos, os belgas ampliaram: Marcelo ficou com dois adversários na sua frente e, sem ter muito a fazer, viu De Bruyne conduzir e chutar cruzado no canto de Alisson. Renato Augusto ainda desviou de cabeça e balançou a rede do goleiro Courtois, mas não foi o suficiente.

Agora é a vez de retomar a forma. Os jogadores se reapresentam no Porto, em Portugal, onde a equipe vai enfrentar o Panamá no próximo sábado. Depois, a seleção viajará a Praga, onde fará amistoso contra a República Checa no dia 26. Serão os últimos jogos antes de Tite convocar o time que disputará a Copa América.

MAIS SOBRE:

futebolEdu GasparTiteBélgica [Europa]Copa América de Futebolseleção brasileira masculina de futebolCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]
Comentários