Ele voltou! No improviso, VAR é usado para validar gol polêmico no Peru

Juiz consultou a jogada na câmera de um fotógrafo que estava fazendo imagens da partida

As imagens registradas por um fotógrafo que estava na beira do campo da partida entre Auquiato de Pampamarca e Rematoso, pela fase regional da Copa do Peru, foram utilizadas pelo árbitro da partida para validar um polêmico gol marcado no jogo.

Jordan Campos, do Rematoso, chutou de longa de distância e o goleiro adversário não conseguiu fazer a defesa. A bola, porém, passou por um buraco na rede. Convencido de que a finalização havia sido para fora, o árbitro Albert Alarcón não confirmou o gol. Após ouvir as reclamações dos jogadores do Rematoso e o auxiliar que estava perto do lance, o juiz foi consultar a jogada na câmera de um fotógrafo que estava fazendo imagens da partida.

Seguindo um protocolo similar ao estabelecido na Copa do Mundo, Alarcón foi para a lateral do gramado para observar as imagens na tela da própria máquina do fotógrafo. No Mundial, porém, 30 câmeras captavam os mais mínimos detalhes dentro das quatro linhas.

As fotos de um único ângulo bastaram para que Alarcón percebsse que a finalização de Campos tinha entrado e validasse o gol. Apesar da polêmica, o Retamoso atropelou o Auquiato de Pampamarca por 10 a 0. O jogo foi disputado no estádio Urubamba, na pequena cidade de Chalhuanca, e era válido pelas quartas de final da fase regional da Copa Peru.

O campeão do torneio consegue acesso à elite do futebol do país junto com o vencedor da segunda divisão. Não há data para a introdução do sistema de árbitro de vídeo (VAR) como o usado na Copa do Mundo no Peru.

A Copa Peru são conhecidas no país como "futebol macho", a tradicional várzea no Brasil, por causa das condições limitadas das equipes. As partidas são disputadas nos mais variados estádios, muitos deles em locais bastante remotos do país.

É habitual que as partidas sejam marcadas por situações inusitadas, como rebanhos de bovinos entrando no gramado e a própria situação do "VAR improvisado". 

 

MAIS SOBRE:

Futebolarbitragem esportivaCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]arbitragem esportivafutebol
Comentários