Elogios e críticas sobre Casagrande celebrar sua sobriedade na Copa

Neto, Hortência, Galvão e até mesmo o perfil do Corinthians parabenizaram o comentarista pela superação

Não foi só o ex-árbitro Arnaldo Cezar Coelho que chocou os telespectadores ao anunciar sua aposentadoria. O comentarista Walter Casagrande também comoveu a equipe de cobertura da final entre França e Croácia com uma revelação: "Essa Copa foi a mais importante da minha vida. Eu cheguei sóbrio, permaneci sóbrio e volto sóbrio".

+ Como a imprensa estrangeira noticiou o título francês da Copa do Mundo​

+ Mulher é flagrada colocando medalha de campeão da Copa em seu bolso​

+ Camisa 9, Giroud é campeão sem nenhum gol e acertando uma única finalização

Um dia após o anúnio, a declaração do ex-jogador e comentarista continuou repercutindo. Durante o programa Os Donos da Bola desta segunda-feira, Neto fez questão de elogiar Casão. 

“Sabe quem deu exemplo para mim nessa Copa do Mundo? Foi o Casagrande. Ele ganhou a Copa do Mundo. Ele me fez chorar. Ele foi para uma Copa do Mundo e ele não se drogou (...) Que ele sirva de exemplo para outros. Ele é o maior comentarista deste país”, decretou o apresentador.

Outro que voltou a se manifestar sobre o assunto foi Galvão, seu companheiro de emissora há 30 anos. "Você é um herói. A sua vitória é gigantesca e você sabe que eu tenho muito orgulho de ter você como amigo", declarou em um vídeo postado em suas redes sociais. 

"Você sabe que você me ajudou muito, né?", emendou Casagrande, claramente emocionado, após um ter dado um abraço no narrador.  Hortência aproveitou o vídeo de Galvão para também parabenizar o comentarista. "Grande história de superação. Tem todo o meu respeito", escreveu em sua conta no Twitter.

Mas não foram só elogios que sucederam o depoimento sobre libertação da dependência das drogas. “Lamento muito, Casa Grande, mas sua suposta dependência química não interessa! A ninguém", escreveu Paulo Henrique Amorim, apresentador do Domingo Espetacular, da Record. 

O que interessa é bola na rede! Se você foi ou é dependente é um problema entre você e seu psiquiatra. O Brasil não é o seu psiquiatra. Como não era o seu fornecedor de droga", completou.

MAIS SOBRE:

FutebolWalter CasagrandeArnaldo Cezar CoelhoCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]drogas
Comentários