Em 27 de novembro de 2016 a Chape fez sua última partida antes do acidente

Foi contra o Palmeiras, no Allianz Parque, em dia de festa do adversário pelo título brasileiro

Foi no dia 27 de novembro de 2016, um domingo, que a Chapecoense fez sua última partida antes do voo que mudaria a história do clube e da cidade. Foi contra o Palmeiras, no Allianz Parque. O Palmeiras precisaria de uma vitória para confirmar seu título nacional. O time de Chapecó entrou em campo com a cabeça na Sul-Americana. Era decisão do caneco contra o Atlético Nacional. Mas aquela final nunca aconteceu. A arena palmeirense recebeu 40.986 torcedores, o maior público em dois anos da nova construção, com renda de R$ 4.171.317,26.

Relacionadas

 

 

Aquele Palmeiras e Chape foi escalado com as seguintes formações: o Palmeiras jogou com Jailson, Fabiano, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê, Jean, Moisés e Dudu; Gabriel Jesus e Róger Guedes. O técnico era Cuca. A Chapecoense fez sua última apresentação antes de seu avião cair dois dias depois em Medellín com Danilo, Gimenez, Marcelo, Filipe Machado e Alan Ruschel; Matheus Piteco, Sérgio Manoel, Cléber Santana, Tiaguinho e Bruno Rangel; Lucas Gomes. Caio Júnior, técnico que tinha passado pelo Palmeiras, comandava o time de Santa Catarina.

Essa Chapecoense deixou o Allianz, mesmo após perder por 1 a 0, em festa. Estava em posição intermediária da tabela do Brasileiro e pronta para disputar uma decisão internacional. A queda do avião, com 71 mortes, mudou a história daquele fim de ano.

 

 

MAIS SOBRE:

futebolAtlético NacionalCaio JúniorChapecoenseChapecó [SC]Allianz ParqueAlan Ruschel
Comentários