Empolgou! Imprensa argentina se anima e vê melhoras no time em vitória

Jornal 'La Nación' afirma que pegar a Argentina nas oitavas será um mau negócio para a França

Relacionadas

Sofrimento, drama, coração e raça: essas foram as principais palavras utilizadas pelos jornais argentinos para contarem a história da partida de ontem, diante da Nigéria, em que a seleção alviazul conseguiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo. A imprensa do país considerou que a equipe evoluiu e elogiou a França, próxima adversária.

+ Torcedores ingleses são punidos por cânticos contra judeus na Copa do Mundo

+ Por pouco! Brasileiros reagem à (quase) eliminação argentina 

Campanha no Kosovo tenta arrecadar dinheiro para multas da Fifa a suíços

Estampando na capa uma foto de Rojo e Messi comemorando o gol da vitória, o La Nación destacou que houve drama, mas por fim, desafogo, e que a vitória permitiu à seleção se reconciliar com os torcedores. Para a publicação, houveram muitas notícias boas na vitória e enfrentar uma seleção que tem Messi seria um "mau negócio" para a França.

Pelo mesmo caminho seguiu o diário esportivo Olé, que anunciou as boas coisas que teriam sido alcançadas durante a vitória: o golaço de Messi, a boa partida de Banega, a presença de um bom goleiro (Armani entrou no lugar de Caballero) e a raça argentina aparecendo. Por isso, segundo o jornal, nada seria impossível.

Por sua vez, o Clarín lembrou os primeiros jogos com atuações ruins, mas afirma que o time teve coração e relatou o sofrimento durante a partida. O jornal traz na capa uma chamada para uma análise do time francês, que considera estrelado, com jogadores jovens e talentosos. Ao analisar a equipe francesa, o La Nación afirma que é uma geração dourada com ótimo banco de reservas, mas que não tem um coletivo forte.

 

Na França, o Le Monde fez um estudo das partidas da seleção argentina para conhecer o time de Sampaoli, enquanto o Le Figaro afirma que será um confronto entre dois pretendentes ao título. Na Espanha, os diários Marca e As comentaram principalmente sobre a classificação "agônica". Na Inglaterra, o Daily Mail ressaltou o papel de Marcos Rojo, que joga no Manchester United.

Festa com música da torcida

Assim como os brasileiros, os argentinos fizeram uma música nova para a seleção deles durante a Copa da Rússia. Ela chegou ao conhecimento dos jogadores, que comemoraram com ela em um trem do metrô de São Petersburgo. Na letra, os torcedores dizem que irão copar a Praça Vermelha e que os brasileiros irão chorar, porque a Copa será deles. Veja o vídeo:

MAIS SOBRE:

futebolCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]seleção argentina masculina de futebolMessi
Comentários