#EqualGame: Zagueiro georgiano recebe prêmio da Uefa por luta pela igualdade

Guram Kashia foi escolhido pela atitude de utilizar uma braçadeira com as cores do arco-íris, em apoio à comunidade LGBT

Relacionadas

O zagueiro georgiano Guram Kashia recebeu nesta quarta-feira o prêmio #EqualGame, entregue pela primeira vez pela Uefa, para jogadores que se destaquem como modelos na promoção da diversidade, inclusão e acessibilidade no futebol europeu.

O atual defensor do San Jose Earthquakes, dos Estados Unidos, foi escolhido por atitude tomada no ano passado, quando defendia o Vitesse, da Holanda. Kashia se juntou a iniciativa de todos os capitães de clubes da primeira divisão do país, de utilizar braçadeira com as cores do arco-íris, em apoio à comunidade LGBT.

"O gesto de Kashia foi visto de forma extremamente negativa e hostil no país natal, a Geórgia. Houve até quem pedisse para ele renunciar à seleção. Kashia, contudo, desafiou sempre as ameaças e os abusos de que ia sendo alvo, garantindo não se arrepender de usar a referida braçadeira e sublinhando o total apoio à diversidade e inclusão", diz comunicado divulgado pela Uefa.

O zagueiro georgiano comemorou o reconhecimento, com o prêmio introduzido neste ano pela confederação europeia. "Me sinto honrado por a Uefa ter me escolhido para receber o prêmio #EqualGame. Acredito na igualdade para todos, independentemente daquilo em que cada um acredita, de quem ama ou de quem é", afirmou Kashia./EFE

 

MAIS SOBRE:

FutebolUefa [União das Associações Europeias de Futebol]futebolGuram Kashia
Comentários