Erro de cálculo faz treinador colombiano perder o emprego; entenda

Diego Umaña escalou um jogador estrangeiro a mais do que podia

Relacionadas

Geralmente um técnico é demitido por causa de resultados ruins, ou até mesmo porque teve algum problema interno no clube. A história de Diego Umaña, porém, é diferente e deve ser inédita no futebol. O ex-treinador do Sport Huancayo, do Peru, perdeu seu emprego por causa de um erro de conta, escalando mais jogadores estrangeiros do que deveria, fazendo o clube ser punido com uma multa.

Umaña escalou quatro estrangeiros em uma partida no último dia 23 de abril contra o Real Garcilaso. O Huancayo venceu por 1 a 0, mas o clube foi punido por infringir a regra que permite apenas três estrangeiros em campo.

O presidente do Huancayo, Raúl Rojas, disse ao jornal Depor que enviou uma carta de demissão ao técnico colombiano por considerar que ele cometeu um erro grave e que fez a equipe perder três pontos. "Nos fez perder economicamente e esportivamente. "Nunca tinha ocorrido isso, não pensei nesse erro. Nos demos conta 30 segundos depois de fazer a mudança", disse Rojas.

O Sport Huancayo foi eliminado nesta semana da Copa Sul-Americana pelo Nacional Potosí. No Torneio de Verão, que termina neste fim de semana, a equipe tem 15 pontos em 13 rodadas, ocupando a sexta posição do grupo 2 da competição.

MAIS SOBRE:

Futebol Sport Huancayo Real Peru Copa Sul-Americana Nacional Potosí Futebol
Comentários