Escudo do Real Madrid tem cruz retirada de produtos para o Oriente Médio

Fabricante e distribuidora de artigos licenciados diz que mudança foi motivada por "diferenças culturais"

Relacionadas

Por "diferenças culturais", a empresa Marka decidiu comercializar materiais licenciados do Real Madrid sem a pequena cruz que fica no topo do escudo do clube espanhol. 

A companhia detém os direitos exclusivos de produzir, distribuir e vender camisas e roupas de banho do time nos Emirados Árabes Unidos, na Arábia Saudita, no Qatar, no Kuwait, no Bahrain e em Omã, todos países de maioria islâmica. A decisão não inclui os uniformes de jogo da equipe.

Em entrevista à agência Reuters, o vice-presidente do grupo, Khaled al-Mheiri, disse que o Real Madrid permite a comercialização de produtos tanto com o escudo original quanto com a versão sem o símbolo cristão.

"Temos que entender que outras partes do Golfo são bastante sensíveis a produtos com uma cruz", explicou o executivo, que também adiantou que as vendas serão inciadas em março.

Essa não é a primeira vez que o símbolo é alterado. Em 2014, o Real Madrid removeu a cruz de seu escudo por ser patrocinado pelo Banco Nacional de Abu Dhabi, dos Emirados Árabes Unidos.

MAIS SOBRE:

FutebolReal Madridoriente médioFutebol
Comentários