Estudante que venceu câncer realiza sonho e tem dia de jogador no São Paulo

Allan Aguiar chegou a ouvir de um médico que nunca mais jogaria futebol, mas hoje cursa educação física

Relacionadas

A equipe do São Paulo recebeu uma visita especial no CT da Barra Funda no início de março. Vitorioso no tratamento de um câncer infantil, Allan Aguiar, que hoje estuda Educação Física no Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL), estava realizando um sonho: ter, por um dia, a experiência de ser jogador de futebol profissional, no seu time do coração. A experiência foi possível graças ao trabalho da ONG Make a Wish, especializada em realizar desejos de crianças e jovens com câncer.

Durante a visita ao CT do São Paulo, Allan, são-paulino por influência do pai, circulou com desenvoltura ao lado de jogadores como Hernanes, contando sua história de superação, e arrancando lágrimas dos ídolos.

Quando criança, foi nos exames que fez depois de lesionar o joelho numa “paulistinha”, jogando bola, que ele descobriu a existência do tumor. O tratamento demandou quimioterapia e cirurgia no joelho, e o garoto passou a usar uma prótese na perna. Na época, um médico chegou a lhe dizer que nunca mais poderia jogar futebol.

Allan prometeu superar esse diagnóstico e, nas sessões de fisioterapia, fazia embaixadinhas para recuperar o movimento das pernas. No ano passado, conseguiu jogar no campeonato da sua escola do ensino médio.

Para Allan, sua maior vitória foi contra o câncer, fazendo questão de incorporar essa conquista à sua formação os valores aprendidos em sua história. “Meu objetivo de carreira é melhorar a qualidade de vida das pessoas e mostrar o prazer e os benefícios do exercício físico no dia a dia”, conta.

MAIS SOBRE:

futebolSão Paulo Futebol Clubecâncer
Comentários