Evra diz ter ameaçado diretor do United ao saber que não podia se transferir

Ed Woodward havia prometido que jogador poderia deixar o clube, mas depois renovou o contrato

Relacionadas

Patrice Evra, recém-aposentadonão é conhecido por ter um temperamento dos melhores. Isso ficou bem evidente em 2014, quando ele queria sair do Manchester United e ouviu de Ed Woodward, diretor do clube, a promessa de que poderia. Só que a promessa foi descumprida a princípio, irritando o jogador e fazendo com que ele até ameaçasse o cartola.

"Antes do final da temporada o Ed me falou: 'Patrice, você vai ficar mais um ano porque nós temos uma opção no seu contrato', mas eu disse a ele que queria sair por razões familiares. Ele apertou a minha mãe e disse que entendia", começou Evra durante entrevista para o canal de TV Sky Sports.

"Então em maio eu estava jantando em Dubai no meu aniversário e recebi uma mensagem do meu agente. Ele me disse para ir a algum lugar quieto e me enviou a mensagem com a nota do Manchester United dizendo que eles estavam felizes em renovar meu contrato. Eu fiquei furioso, estava realmente desapontado", prosseguiu.

"Eu liguei para Ed e o xinguei no telefone, até o ameacei. Ele disse que eu não poderia falar com o diretor de futebol daquele jeito e que iria me multar. Depois, o Giggs ligou e disse que eu não podia sair por causa de um homem, mas isso me deu uma desculpa para sair. Eu já havia dito para a minha esposa que iríamos embora, mas nunca senti que podia. Isso me deu um empurrão", relatou Evra.

"Algumas pessoas não entenderiam mas porque o Ed fez isso mas eu entendi. Dos jogadores mais velhos eu era o único que ele queria manter. Ele disse ao Ferdinand e ao Vidic que não precisavam mais deles, mas o vestiário precisa de personalidade. Eu entendi porque ele me traiu. Ele deveria ter me ligado para explicar", explicou o lateral, que anunciou aposentadoria do futebol recentemente.

Apesar da renovação feita pelo clube, Evra acabou sendo liberado pelo Manchester United e saiu na janela logo após, indo para a Juventus.

MAIS SOBRE:

futebolManchester United Football ClubPatrice Evra
Comentários