Ex-colega de Ibra relembra bronca: 'Tenho 300 milhões e uma ilha, não preciso disso'

Atacante sueco explodiu no vestiário após derrota do Los Angeles Galaxy na temporada 2018

Relacionadas

Que Ibrahimovic tem muita autoconfiança e costuma ser líder mas também um companheiro de vestiário difícil nos times em que passa, já é algo bem sabido por todos que acompanhar o jogador. João Pedro, português que atuou com o atleta no Los Angeles Galaxy, da MLS, deu um relato que confirma a fama do atacante sueco.

Segundo ele, Ibra explodiu após a derrota para o Houston Dynamo, na temporada 2018. "No final do jogo, ele nos deu uma conversa. Ele disse 'se vocês vieram aqui para ir à praia ou andar em Hollywood, é só dizer. Eu tenho 300 milhões na minha conta, uma ilha, não preciso disso para nada. O primeiro que disser algo, eu vou matar", contou João Pedro ao jornal Record.

Na temporada 2018, o Los Angeles Galaxy ficou apenas em oitavo na classificação da conferência oeste (13º no geral) e não conseguiu uma vaga nos playoffs, o que explica a raiva da principal estrela da equipe.

Além disso, o sueco se considerava o melhor jogador da história do torneio. "Ele dizia 'eu fiz coisas incríveis e perfeitas. Acho que sou o melhor jogador da história da MLS, sem brincadeira. Eu posso jogar assim onde quer que eu vá, fácil'", afirmou João Pedro sobre o antigo colega.

Apesar dos autoelogios, Ibra não foi campeão da MLS em nenhuma das três temporadas em que atuou nos Estados Unidos. O centroavante costumava reclamar do nível técnico do torneio, que seria baixo para jogadores como ele e Ezequiel Barco, e não gostava do sistema de playoffs.

Em 2020, Ibra voltou ao Milan, onde jogou 10 jogos e fez quatro gols antes da parada do esporte por conta do coronavírus. Agora, especula-se que ele não seguirá no time italiano quando o campeonato local retornar, e jogará no Hammarby, da Suécia, time do qual é dono.

MAIS SOBRE:

futebolIbrahimovicMLS [Major League Soccer]Los Angeles Galaxy
Comentários