Ex-jogador do Arsenal foi expulso por causa do seu sobrenome

Árbitro achou que o atacante Sanchez Watt estava tirando sarro de um cartão amarelo e o expulsou

Relacionadas

Aconteceu algo no mínimo inusitado nesta terça-feira. O Hemel Hempstead Town e o East Thurrock se enfrentavam no duelo válido pela National League South, a sexta divisão do futebol inglês. Até que, depois de receber um cartão amarelo por cometer uma falta, o jogador disse o seu sobrenome ao árbitro e acabou sendo expulso.

Não entendeu? Pois bem, o Fera explica. O árbitro Dean Hulme perguntou qual era o seu nome do jogador para registar a punição. Foi então que o jogador, que se chama Sanchez Watt respondeu "Watt", que é o seu sobrenome. O juiz perguntou mais algumas vezes qual era o seu nome e o atleta insistia "Watt".

Jogador que perdeu uma das mãos se destaca em testes para a NFL

Irritado, Balotelli rebate Dani Alves sobre declaração após morte de Astori

É hoje: Corinthians atinge marca de 4 milhões de torcedores no Itaquerão

O árbitro interpretou a resposta como "What?", que seria o equivalente a "O que?" em português. Considerando que o atleta estava tirando sarro da situação e o desrespeitando, Hulme não pensou duas vezes e aplicou o cartão vermelho.

Foi necessária a intervenção de Jordan Parkes, capitão do Hemel Hempstead Town, para que o árbitro entendesse a confusão e pudesse voltar atrás na expulsão. Foi um erro e o árbitro foi homem o suficiente para retificar. No final das contas a gente acabou achando tudo isso divertido, incluindo o próprio árbitro", disse Dave Boggins, presidente do Hemel, em entrevista à BBC Sport.

O time de Sanchez ganhou por 2 a 0, com direito a um gol do atacante inglês. Revelado no Arsenal, o jogador de 27 anos já passou por clubes como  Leeds United, Sheffield Wednesday, Colchester United e Crawley Town.

MAIS SOBRE:

futebol Arsenal Football Club [Inglaterra]
Comentários