Ex-meia do São Paulo diz que ganhou 700 vinhos italianos e nunca buscou

Silas recebeu a premiação quando marcou o seu primeiro gol pela equipe da Sampdoria

Relacionadas

Silas, ex-meia do São Paulo e da seleção brasileira, atuou pela equipe do Sampdoria, da Itália, na década de 90. Em entrevista ao portal Uol Esporte, ele conta que durante a sua passagem pelo clube italiano garantiu um prêmio de 700 garrafas de vinho ao fazer o seu primeiro gol.

Em seu relato Silas afirma que não foi buscar o presente, já que na época ele não consumia bebidas alcoólicas. O patrocinador do clube, que ofereceu o prêmio, também presenteou o goleiro Gianluca Pagliuca, que defendeu um pênalti na mesma partida. Para ele, foram 300 garrafas.

"Eram mil garrafas, só que as minhas até hoje eu não fui buscar... Agora quero ver se alguém ajuda a buscar essas garrafas", brincou Silas, atual comentarista dos canais ESPN.

"Como foi o primeiro jogo do campeonato e foi em Cagliari, eu pensei: 'Bom, quando acabar o campeonato, vou ver o que faço', mas acabou, eu saí da Sampdoria, fui fazer uma turnê com o Milan, depois vim para o Brasil e falei: 'Ah, quer saber'? Acabei não indo atrás, e agora estou achando que o Pagliuca está com as mil garrafas de vinho lá. Italiano bebe vinho, né? Isso foi em 1992, então vai fazer 28 anos... Ah, aquele vinho acabou!", complementou.

MAIS SOBRE:

futebolSilasseleção brasileira masculina de futebolSão Paulo Futebol Clubebebida alcoólica
Comentários