Ex-seleção francesa chama Mbappé de 'menino mimado' por briga com Tuchel

Atacante teve áspera discussão com o treinador alemão ao ser substituído contra o Montpellier

Relacionadas

A discussão entre o técnico Thomas Tuchel e Kylian Mbappé ainda rende discussões na França. Eleito revelação da Copa do Mundo de 2018, onde foi campeão com a França, o atacante não escondeu sua insatisfação ao ser substituído na partida entre PSG e Montpellier e teve uma áspera discussão com treinador na beira do gramado. O jogo terminou 5 a 0 para a equipe parisiense. Essa atitude foi duramente criticada pelo ex-jogador da seleção francesa Christope Dugarry, que chegou a chamar Mbappé de 'menino mimado'.

"Quando vi (o lance), fiquei chocado. Pensei que aquilo não era possível, fiquei muito desiludido. O Mbappé é um garoto que tem mostrado ser mais maduro do que os demais, mas ali parecia um menino mimado. Foi desrespeitoso com Tuchel e com os seus colegas de equipa. O Cavani tem 200 golos pelo PSG, já não tem o destaque de antes e nunca se manifestou. É vergonhoso o que o Mbappé fez, há outros jogadores do plantel que também merecem jogar!", disse Dugarry em comentário para a rádio RMC.

Após o confronto, Tuchel tentou diminuir o atrito com um de seus principais jogadores. "Eu já parei de pensar nisso. Porque se eu quiser ser um político, tenho que trabalhar na política. Eu sou técnico e só posso pensar nas coisas esportivas. Foi uma escolha esportiva e estou convencido que o vestiário e os jogadores compreendem as escolhas. Eu decidi que o jogo já estava fechado e era a decisão de deixar o Mbappé sair e deixar Icardi e Cavani jogarem, porque eles mereciam."

Segundo o jornal L'Equipe, Mbappé pediu desculpas para o grupo, deixando claro que não queria desrespeitar Icardi e Cavani, que estavam prontos para entrar em campo. Na reunião, no entanto, o jogador não admitiu estar errado em seu comportamento com o comandante da equipe.

MAIS SOBRE:

futebolKylian MbappéThomas TuchelParis Saint-Germain
Comentários