EXEMPLO: Uruguaios doarão dinheiro para ajudar a desenvolver o futebol local

Atletas cederão o direito de imagem que faturam por defender a seleção em compromissos oficiais

Relacionadas

Os jogadores da seleção do Uruguai doarão o dinheiro recebido da Associação Uruguaia de Futebol (AUF) pela exploração dos direitos de imagem, cerca de US$ 640 mil, para o desenvolvimento da segunda divisão do futebol do país, anunciou nesta segunda-feira o zagueiro Diego Godín, capitão da Celeste.

"Os jogadores e a AUF trabalharão lado a lado. Quanto mais se trabalhar, mais (dinheiro) vai ficar para o futebol uruguaio, que é o que queremos", disse Godín em entrevista à emissora "DelSol".

Na semana passada, o presidente da AUF, Wilmar Valdez, informou que chegou a um princípio de acordo com os jogadores da seleção para a exploração de seus direitos de imagem. "O convênio é um fato histórico, sem precedentes no Uruguai, que profissionaliza e aproxima relações da AUF com os jogadores, como tinha que ter sido sempre", explicou Godín.

O defensor comentou que os jogadores receberão o dinheiro da AUF quando a entidade receber o que tem direito da empresa Full Play por direitos de televisão, quantia que a justiça uruguaia reteve porque a empresa está envolvida no caso de corrupção da Fifa. Godín anunciou também que os jogadores da seleção estão promovendo uma associação de jogadores "que será um veículo e uma ferramenta para poder canalizar os recursos e decidir seus destinos".

"O dinheiro de nossa imagem é gerado por nós e corresponde a nós", disse o zagueiro, que detalhou que os recursos serão destinados ao futebol de base e do interior do país. De acordo com Godín, o que gerará mais frutos será o que os jogadores receberão da Puma por vestir a Celeste. O zagueiro lembrou que através de um comunicado dos jogadores foi assinado com a empresa "um contrato quatro vezes superior" do que o apresentado inicialmente.

MAIS SOBRE:

Futebol Uruguai Fifa Futebol
Comentários