Fábio responde piadas por gol de costas: 'parabéns pelo 14º ano do rebaixamento'

Goleiro também agradece a Deus por considerar aquele um ponto de virada na sua carreira

Relacionadas

Se os torcedores do Atlético-MG decidiram provocar o goleiro Fábio, do Cruzeiro, pelo gol de costas que tomou na final do Campeonato Mineiro em 2007, o goleiro não deixou seu estilo para trás, mas também respondeu provocando os rivais. As piadas foram em um post do goleiro no instagram, que, apesar de ter sido postado em 8 de março, viralizou apenas agora.

No dia, Fábio parabenizou as mulheres pela data delas. No último dia 29, completaram-se doze anos do gol que o goleiro sofreu quando estava de costas, e os atleticanos começaram a parabenizá-lo ironicamente. O ídolo cruzeirense respondeu na última quinta-feira, 02.

"Obrigado, galera, a todos, pelos parabéns! Como já disse em várias entrevistas, foi o único gol que tomei que me trouxe a verdadeira alegria: Jesus!! Mudou meu mundo, minha vida pessoal e profissional, obrigado Jesus! Então, a essas seis meia dúzia que me deram parabéns, vocês foram fundamentais para eu me tornar esse goleiro melhor! Muito obrigado por criarem um goleiro muito melhor. E já que estamos no momento nostalgia, não posso deixar de dar meus parabéns pelo seu décimo quarto aniversário do rebaixamento. E não posso deixar de citar que vocês estão marcados também na minha história e do Cruzeirão Cabuloso, com o inédito bicampeonato mineiro, com os dois 5x0. Bi, bi! Momento nostalgia está bom né galera? Desculpa pelos erros! E o mais importante de tudo: Jesus ama todos nós!! E ele é o único caminho que leva ao pai!! Deus todo poderoso (sic)", escreveu.

Relembre o lance:

Depois daquele momento, Fábio foi muito questionado por alguns meses. Mas, depois que se recuperou de uma lesão no joelho, o goleiro se firmou na posição e não saiu mais. Foi titular nas conquistas de dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014) e duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e completou 829 jogos pelo clube mineiro, sendo o que mais atuou com a camisa celeste. Sua ausência das convocações da seleção é sempre muito questionada.

MAIS SOBRE:

futebolCruzeiro Esporte ClubeAtlético MineiroCampeonato Mineiro de Futebol
Comentários