Fake news: torcida, Felipão e reservas do Palmeiras celebraram gol gremista

Palmeirense que começou celebração por gol inexistente explicou o ocorrido depois

Relacionadas

Até os 13 minutos do segundo tempo, um clima tenso tomava as arquibancadas do Allianz Parque no jogo do Palmeiras com o América-MG. O alívio veio com o gol do zagueiro Luan, em um cruzamento de Lucas Lima. A partir dali, para a torcida soltar o grito de campeão dependia de mais um resultado favorável: o Grêmio vencer o Flamengo.

A vitória dos gaúchos no Maracanã não aconteceu. Mas, depois do terceiro gol alviverde, um golaço do Dudu no ângulo, um fato inusitado foi registrado entre os torcedores do Palmeiras. A bola estava no meio de campo quando a arquibancada começou a comemorar um suposto gol de empate do Grêmio sobre o rubro-negro.

Torcedores gritaram e até contagiaram os reservas do time comandado por Felipão, que ao ouvirem a celebração vinda das arquibancadas também começaram a pular em comemoração. As câmeras registraram o momento, que tem repercutido nas redes sociais. 

O motivo? Nenhum gol havia sido marcado no Rio de Janeiro naquele momento. O Flamengo continuava vencendo por 1 a 0 e, depois, ainda viria a balançar as redes mais uma vez para fechar o triunfo por 2 a 0 sobre o Grêmio: não passava de uma fake news. Restou, então, o grito de "O deca vem aí" e "seremos campeões". 

Em entrevista ao Torcedores.com, o rapaz que foi flagrado pela câmera da transmissão explicou o ocorrido. "Eu ouvi um barulho vindo da parte de cima da torcida e perguntei para meu amigo: ‘gol do Grêmio?’. Ele entendeu como uma afirmação e repetiu. Eu achei que ele estava me respondendo e comecei a comemorar", relembra.

"Fiquei até sem graça e torcendo ainda mais pra sair o gol do Grêmio para apagar esse mico", brinca Emerson Cabral. Em caso de uma vitória simples, o grito de campeão engasgado poderá sair já neste domingo, quando o Palmeiras enfrenta o Vasco em São Januário. 

 

MAIS SOBRE:

FutebolFlamengoPalmeirasGrêmiofake news [notícia falsa]Campeonato Brasileiro de Futebolfutebol
Comentários