Falso funcionário da Globo aplica golpes em jogadores do Corinthians e jornalistas

Homem conhecido como Thiago D'Angelo prometia vender itens e ingressos com custo menor, mas nunca entregava

Relacionadas

Se passando por jornalista esportivo e até produtor das emissoras Globo, SporTV e ESPN, Thiago D'Angelo aplicou crimes jogadores e funcionários do Corinthians e em outros repórteres. Atualmente, o homem é procurado pela polícia de São Paulo por dez processos, além de também ter sido autuado pela Justiça do Rio de Janeiro. 

Segundo matéria do UOL, desta quarta-feira, D'Angelo prometia a venda de produtos com preço muito menor, mas nunca entregava. Entre os itens que ele oferecia estavam iPhones, carregadores, netbooks, como também ingressos para camarotes da Copa do Mundo e do GP de Interlagos, de Fórmula 1. 

Contando apenas os quatro jogadores do Corinthians, o prejuízo teria chego a R$ 23 mil. Outras dez pessoas da cidade de Avaré, no interior de São Paulo, também estão entre os prejudicados pelo criminoso. Um jornalista, que preferiu não revelar a identidade, teria perdido outros R$ 5 mil com o golpista. 

Como estratégia para enganar as vítimas, D'Angelo criava vínculos de amizade. Em um caso, chegou a visitar o familiar de um jogador no hospital. Além disso, parecia sempre estar em eventos esportivos como profissional de imprensa. Ele inclusive tinha um colete da Associação dos Cronistas Esportivos de São Paulo (Aceesp) e se posicionava próximo às equipes da emissores que se dizia funcionário. 

MAIS SOBRE:

futebolCorinthians
Comentários