Federação defende juiz que teria comemorado gol do Flamengo: 'idiotice'

Presidente da Comissão de Arbitragem do RJ diz que episódio representa 'injustiça' contra árbitros do estado

Relacionadas

"Isso é uma idiotice, um grande absurdo e uma grande injustiça com a arbitragem do Rio de Janeiro". Foi essa a reação do presidente da Comissão de Arbitragem do Futebol do Rio de Janeiro (Coaf-RJ), Jorge Rabello, para defender o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães.

Em imagens de televisão, na final do Campeonato Carioca entre Flamengo e Fluminense, o juiz foi flagrado supostamente fazendo uma comemoração após o gol de Guerrero, o primeiro do Flamengo na vitória por 2 a 1. Veja aqui o vídeo.

Segundo o Extra.com.br, o chefe da arbitragem carioca esteve com Nascimento após a decisão do campeonato.

"Podemos supor que no mundo do futebol um árbitro torça por um time, mas nenhum cometeria uma atitude imbecil dessas, de vibrar com um gol. Não vou dizer que o Wagner não está chateado. Mas ele não levou para o coração. Ele foi eleito o melhor árbitro do campeonato e estará na festa da Federação para receber o troféu", afirmou o presidente da Coaf, que ainda lamentou a repercussão do episódio na internet.

"Um absurdo, né? Infelizmente, não posso dar eco a um absurdo desses. Não faz sentido. É um desrespeito ao árbitro".

MAIS SOBRE:

futebol Futebol Campeonato Carioca de Futebol
Comentários