Felipe Melo conta que chorou com Felipão e comenta atuação do VAR

Volante coloca o treinador entre as peças chave para sua mudança de comportamento

Relacionadas

Nesta segunda-feira, Felipe Melo foi entrevistado no Bem, Amigos!, programa do SporTV. Entre outros assuntos, o volante do Palmeiras comentou sua expulsão aos três minutos de jogo no jogo com o Cerro Porteño, que por pouco não prejudicou a classificação do time para as quartas de final da Libertadores do ano passado.

Durante o bate-papo, Felipe Melo classifica aquele cartão vermelho pela dividida com Marcos Cáceres como a "expulsão mais dolorosa" de sua carreira. "Foi muito doloroso para mim esse cartão, fiquei de joelho o jogo quase todo, chorava bastante no vestiário", admite.

"Dois dias depois, o Felipão me chama na sala dele, e ali eu chorei abraçado com ele. Ele chorou comigo naquele momento. Não posso fazer um cara desse ficar triste. Ele está puxando minha orelha, mas está me dando um abraço. Não é um treinador jovem que vai fazer isso, com todo respeito, isso é experiência", elogia.

O volante coloca Felipão entre as peças chave para sua mudança de comportamento, ao lado de sua força de vontade e de seus familiares. Outro tema tratado na entrevista foi a polêmica com o VAR na vitória sobre o Botafogo no último sábado. A equipe carioca está pedindo a anulação da partida.

"Tivemos recentemente um Campeonato Paulista em que existiu interferência externa, para mim teria que ser cancelado o jogo, e não foi. Aparecidense x Ponte Preta foi cancelado por muito menos. Então, sou partidário de que o certo é certo. Se tiver que ser cancelado por erro de arbitragem, que seja", afirma.

MAIS SOBRE:

futebolFelipe MeloLuiz Felipe ScolariLibertadores [Copa Libertadores da América]Palmeiras
Comentários