Felipe Melo pede jogo contra russo que deu declaração racista sobre Ari

Volante do Palmeiras se manifestou sobre fala polêmica de Pavel Pogrebniak

Relacionadas

Ari nasceu no Ceará, mas se naturalizou russo em julho do ano passado e passou a ser convocado pelo técnico da seleção Stanislav Cherchesov. Nesta semana, o atacante se viu envolvido em um caso de racismo e xenofobia por uma declaração dada por Pavel Pogrebniak. As injurias repercutiram e o volante Felipe Melo foi um dos que manifestaram sobre o caso.

O atacante do FK Ural criticou a presença de estrangeiros atuando pela seleção de seu país. "É estranho que pessoas de cor atuem pela seleção russa. Tenho uma opinião negativa a respeito. Não vejo sentido. Por que deram um passaporte russo a Ari?", questionou Pogrebniak em entrevista ao jornal Sports Express.

Felipe Melo comentou uma publicação do Twitter em que o apresentador Benjamin Back condena a atitude do russo chamando-o de "babaca". No comentário, o volante do Palmeiras pede um duelo com o russo que ofendeu o brasileiro.

"Traz ele (sic) pra jogar um amistoso aqui!", escreveu. Em entrevista ao FERA, Ari conta que pretende continuar atuando pela seleção russa e revela que não foi a primeira vez em que passa por uma situação como essa, mas que os casos diminuíram depois de uma campanha de conscientização realizada antes da Copa do Mundo. 

"Já sofri sim racismo antes na Rússia, como outros jogadores negros que atuaram aqui também. O Roberto Carlos e o Hulk, por exemplo. Mas isso foi há alguns anos, hoje em dia não vemos mais isso", analisa. O brasileiro ainda lamentou a atitude do agressor em um momento "em que temos de conviver com tantas atrocidades por causa de intolerância".

MAIS SOBRE:

futebolFelipe Meloracismoxenofobiaseleção russa masculina de futebolPavel Pogrebniak
Comentários