Ferdinand revela quantidade de bebida que consumia e afirma se arrepender

Zagueiro fez história atuando pelo Manchester United e na seleção da Inglaterra

Relacionadas

Rio Ferdinand foi um zagueiro que fez história atuando pelo Manchester United e na seleção da Inglaterra. No entanto, o ex-defensor admitiu ao jornal The Guardian nesta terça-feira que uma parte de sua carreira não passa de um "borrão" por conta do problema que teve com bebidas alcoólicas.

O ex-atleta foi revelado pelo West Ham e defendeu a equipe profissional dos 18 aos 22 anos. Depois, se transferiu para o Leeds United e se consagrou no Manchester, onde atuou entre 2002 e 2014. No ano seguinte de sua saída do clube, Ferdinand viu sua mulher falecer vítima de um câncer aos 34 anos.

"Quantos copos de cerveja eu bebia? Provavelmente, oito, nove, 10. Então eu ia para a vodka", conta o zagueiro que tem seis títulos do Campeonato Inglês no currículo. O britânico que hoje tem 40 anos revela que o hábito de beber depois os jogos era uma cultura da época. 

"No West Ham havia a cultura de beber. Futebol, álcool e discotecas. Era assim que vivíamos", analisa o ex-jogador. O defensor, no entanto, diz que voltaria atrás em suas escolhas. "As pessoas me perguntam se eu tenho algum arrependimento enquanto jogava. Eu não teria bebido", analisa.

Ferdinand anunciou sua aposentadoria do futebol em 2015. Sempre como titular do Manchester United, o zagueiro foi rebaixado com o Queens Park Rangers na época e optou por pendurar as chuteiras. Questionado se ele bebia mais que os outros jogadores, Ferdinand foi enfático: "Não... só quando era muito novo".

 

MAIS SOBRE:

futebolManchester United Football ClubCampeonato Inglês de Futebolbebida alcoólicaRio Ferdinand
Comentários