Filipe Luís relembra recuperação e diz que não pensou em ficar fora da Copa 

Brasileiro relembrou processo de recuperação de fratura na fíbula da perna esquerda

Relacionadas

O lateral-esquerdo Filipe Luís, do Atlético de Madrid, relembrou neste domingo o processo de recuperação de fratura na fíbula da perna esquerda, no dia em que retornou aos gramados, após um mês e 21 dias, na derrota para o Espanyol por 2 a 0, pela 36ª rodada do Campeonato Espanhol.

+ Garoto pede e ganha gravata de Arsène Wenger em despedida do Arsenal 

+ 'Foi muito homem comigo', Diego Souza agradece Aguirre

+ Firmino revela que torce e 'sempre acompanha' clube brasileiro

"Me operaram em uma sexta-feira e, no domingo, eu estava trabalhando, porque não podia perder a forma física. Eu não podia caminhar, usava muletas, mas podia fazer muitos exercícios. Na academia ou depois, passadas algumas semanas, podia ir à piscina. Trabalhei muito, sem apoiar a perna, depois, comecei a apoiar devagarinho, com as muletas", contou o defensor.

"Após um mês, quando deixei as muletas, havia perdido muita musculatura, mas o osso já estava consolidado. Vi que estava tudo bem, então fui entrar em força e readquirir força muscular. A fratura foi limpa, só no osso, sem afetar ligamento do tornozelo. Ao operar, ganhei umas duas semanas, algo que ajuda muito para antecipar o retorno", completou.

Filipe, que se machucou no jogo com o Lokomotiv Moscou, na Rússia, pela Liga Europa, no dia 15 de março, admitiu que tinha em confiança em não perder a final do torneio continental e a Copa do Mundo, já que é uma das opções do técnico Tite para a lateral-esquerdo.

"Eu nenhum momento, achei que não poderia. Quando as pessoas me davam por perdido, me motivada. Não me surpreendi, porque já passei por isso. Eu sabia os prazos, então, o caminho era ver como poderíamos encurtar o tempo. Tudo foi feito de maneira segura, sem riscos", garantiu o ex-Figueirense.

Hoje, Filipe Luís começou como titular, na derrota para o Espanyol, e ficou em campo até os 20 minutos do segundo tempo, quando acabou sendo substituído pelo meia espanhol Gabi. 

"Estou muito feliz de voltar, porque me esforcei muito. Todos sabemos que há prazos a serem respeitados para uma fratura, e ninguém consegue antecipar isso. Por sorte, pude voltar antes do tempo", explicou o jogador da seleção brasileira. /EFE

MAIS SOBRE:

FutebolFilipe LuísCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]
Comentários