Fiorentina pode renovar contrato de ex-jogador que morreu no domingo

Comitê Olímpico Italiano anunciou que time decidiu aumentar o vínculo com o jogador para que sua família possa receber salários por mais tempo

Relacionadas

A história da morte do capitão da Fiorentina, Davide Astori, ganhou um novo capítulo nesta segunda-feira, 5. O Comitê Olímpico Italiano anunciou que a equipe de Florença deve renovar o contrato do jogador por tempo para que sua filha e esposa possam receber os salários, segundo o jornal esportivo italiano Tuttosport. O contrato de Astori, que morreu no último domingo, iria até junho. 

+ Irmão de Messi é preso na Argentina por ameaçar motorista com arma

+ Árbitros cearenses decidem boicotar jogos do time de Rogério Ceni

+ Kobe ganha Oscar, vira meme e gera ainda mais rivalidade nas redes

Andrea Della Valle, presidente da Fiorentina, revelou que o zagueiro de 31 anos teria assinado a renovação de seu contrato para encerrar a carreira na equipe nesta semana. O jogador e os dirigentes do clube tinham conversado em dezembro para estender o vínculo atual. 

A Fiorentina ainda não confirmou a informação. Uma fonte próxima à diretoria do clube disse à agência de notícias AFP que a Fiorentina poderia transferir o dinheiro equivalente ao que Astori receberia em salários para a família do jogador. 

Revelado pelo Milan, Davide Astori despontou no Cagliari e chegou a ser convocado para a Copa das Confederações de 2013, realizada no Brasil. Passou, depois, por Roma e foi contratado em definitivo pela Fiorentina, clube onde se tornou ídolo e capitão. Ele foi encontrado morto em um quarto de hotel em Údine, onde sua equipe estava concentrada para enfrentar a Udinese, pelo Campeonato Italiano. 

MAIS SOBRE:

futebol Davide Astori Florença [Itália]
Comentários