Franceses brincam com equívoco do PSG em transmitir a Champions

Clube francês transmitiu no Facebook a vitória sobre o Manchester United

Relacionadas

O Paris Saint-Germain se envolveu em uma polêmica com a detentora da transmissão da Liga dos Campeões, a emissora francesa RMC. A página do Facebook do PSG transmitiu a vitória do clube por 2 a 0 sobre o Manchester United e mais de 1,4 milhões de pessoas assistiram pela plataforma o jogo.

De acordo com o periódico Le Parisien, o canal não ficou nem um pouco feliz pois pagou mais de 350 milhões de euros por ano (R$ 1,47 bilhão) para garantir a exclusividade dos direitos televisivos do torneio europeu no país.

Nesta quarta-feira, o PSG emitiu uma nota oficial sobre o equívoco que pode acabar tirando muito dinheiro do clube em multas. Nas redes sociais, os internautas franceses começaram a brincar com o ocorrido. 

"PSG anuncia que a última temporada do Game of Thrones será transmitida na íntegra na sua página do Facebook", escreveu um. "Sinta-se livre para transmitir Tottenham x Borussia hoje também", escreveu outro.

"Isso significa que se você tiver um VPN (rede privada virtual) brasileiro e você for na página do PSG....", sugeriu um. Outros aproveitaram para criticar a emissora. "RMC é horrível! Obrigado Facebook", comentou um telespectador.

COMUNICADO OFICIAL

"Devido a um problema de geolocalização, a partida da UEFA Champions League entre o Paris Saint-Germain e o Manchester United ficou acessível ontem para um audiência global durante um espaço de tempo reduzido, a partir da página do Facebook do clube.

A equipe do Facebook está trabalhando para esclarecer o que ocorreu, para que isso não se repita.

Por pedido do Facebook, detentor dos direitos para a transmissão da Champions League em território brasileiro, e depois de autorização da UEFA, o clube parisiense aceitou fazer um "cross-post" do player da página do Esporte Interativo para a página do PSG, como já havia feito na partida contra o Liverpool, em 28 de novembro último.

Esse sistema de "cross-post" consiste em transmitir o player de uma página, no caso, a do Esporte Interativo, a uma outra página, a do Paris Saint-Germain, nessa questão, mantendo a geolocalização original. Esse mecanismo deveria manter a exibição apenas para território brasileiro. Não, foi, infelizmente, o que aconteceu, já que o conteúdo ficou acessível na página global do clube da capital. Assim que o problema foi identificado, o PSG decidiu, imediatamente, suspender a transmissão em questão."

 

MAIS SOBRE:

futebolParis Saint-GermainLiga dos CampeõesFacebookManchester United Football Club
Comentários