Futebol inglês exalta legado de Wenger após anúncio de adeus ao Arsenal 

Arsene Wenger comunicou que ficará na equipe até o fim da temporada

Relacionadas

Richard Scudamore, diretor-executivo da Premier League, exaltou o legado do técnico francês Arsene Wenger, que anunciou nesta sexta-feira a saída do Arsenal ao fim da temporada, em dia de muitas homenagens ao campeão inglês em 1997-1998, 2001-2002 e 2003-2004.

+ Encontrado morto, DJ Avicii participou de música oficial da Copa

+ Após um ano, torcedor do Flamengo tatua camisa da equipe em tamanho real

+ Adversários zoam os eliminados durante sorteio da Copa do Brasil

"É difícil sintetizar a magnitude da contribuição de Arsene Wenger ao Arsenal, ao Campeonato Inglês e ao futebol, em geral, durante estes 22 anos", disse Scudamore em publicação da agência EFE. "Todos os times de Arsene foram muitos divertidos de se ver. Seu 'Invencible', da temporada 2003-2004, é um dos melhores times da história do futebol inglês", completou o dirigente, em referência ao último campeão invicto da competição nacional.

Além de Scudamore, diversas personalidades do futebol inglês falaram sobre o adeus do francês. O ex-jogador Gary Lineker usou o seu perfil no Twitter para comentar a carreira de Wenger. "Ele deu boa parte da vida ao Arsenal. Gerou muito sucesso ao clube. Acrescentou muito ao futebol desse país. Obrigado e boa sorte, Wenger", escreveu.

O técnico do Southampton, Mark Hughes, também se manifestou e relembrou o último encontro que fizeram nesta temporada. "Tivemos uma conversa há algumas semanas, quando jogamos no Emirates Stadium. Ele parecia muito relaxado, talvez, já sabendo que o anúncio chegaria em breve. Parecia estar de bom humor, feliz com as circunstâncias pessoais", garantiu o ex-atacante", disse.

 

MAIS SOBRE:

FutebolArsene WengerArsenal Football Club [Inglaterra]
Comentários