Gabigol admite que pode ficar no Brasil por chance na seleção brasileira

Atacante que atuou pelo Santos na última temporada foi entrevistado pelo ex-jogador Casagrande, da Globo

Relacionadas

Assim como fez em conversa com o Estado, Gabriel Barbosa não fechou portas a nenhum clube na entrevista ao Esporte Espetacular deste domingo. Conversando com Walter Casagrande, o atacante comentou sobre seu contrato com a Inter de Milão, clube no qual deve se reapresentar em janeiro de 2019 para definir seu futuro.

No bate-papo transmitido pela Rede Globo, o jogador de 22 anos não descartou a possibilidade de seguir no futebol brasileiro em 2019, apesar de entender que precisaria da liberação do clube italiano. "Tenho contrato com a Inter de Milão e em janeiro eu volto. Aí vamos sentar e ver o que vai acontecer. Mas existe, sim, possibilidade de jogar no Brasil. Tem grandes clubes que citam meu nome e fico muito feliz por isso", relata.

Questionado por Casagrande sobre se em sua decisão ele pensará na seleção brasileira, Gabigol confirmou que uma das principais razões que o fariam permanecer atuando em solo brasileiro é a possibilidade de convocação para a Copa América de 2019competição que o Brasil não vence desde 2007.

"Está, sim, relacionado com Copa América. Aí que entra o Brasil. As coisas não foram definidas, mas no Brasil tem muitas chances de ser convocado se eu continuar fazendo o que tenho feito", analisa o atleta comprado pela Inter em 2016, quando desembolsou quase 30 milhões de euros (R$ 119 milhões na cotação da época).

Por lá,  o brasileiro teve poucas oportunidades, atuou em dez jogos pela Inter, um apenas na posição de titular, e marcou um único gol. "Minha intenção é ir para um lugar onde eu possa ser feliz e dar sequência", afirmou o artilheiro do Brasileirão e da Copa do Brasil durante a entrevista. 

 

MAIS SOBRE:

FutebolGabigolfutebol
Comentários