Gabriel Jesus diz que jogadores da seleção zoaram Neymar por levar caneta

Atacante do PSG sofreu drible aplicado por Weverton Guilherme, jogador do sub-20 do Cruzeiro

Relacionadas

O drible levado por Neymar para Weverton Guilherme, garoto sub-20 chamado para completar os treinos da seleção brasileira antes da Copa América, continua repercutindo. Hoje, a caneta foi assunto na entrevista coletiva de Gabriel Jesus e Allan na Granja Comary, em Teresopólis.

"Claro que sim, que todo mundo zoou. É normal. É o futebol. Todo mundo gosta de dar caneta. Ninguém gosta de tomar. É normal. Eu comentei com o Neymar, zoei mesmo. Acontece. Você imagina? Eu fico bravo para caramba quando tomo caneta. Todo mundo toma. Mas é o futebol. Se você toma caneta, precisa aceitar", afirmou o atacante do Manchester City.

Allan, por sua vez, disse ter gostado da caneta de Weverton. "Foi um lance normal, ele não tentou menosprezar o Neymar. Ele tomou pressão, saiu jogando e deu uma caneta. Garoto ou não, tem que dar 100%. Se você é garoto e sobe inibido, acaba ficando para trás. Tem que ter personalidade e fazer o que sabe. Acho que ele fez o que tinha que fazer", opinou o volante do Napoli.

Em outro ponto da coletiva, Gabriel Jesus afirmou que as brincadeiras foram feitas apenas porque Neymar estava em boas condições físicas - ele deixou o treino de ontem com dores no joelho. "Ele está bem. Não está 100%, mas está uns 90%. Ele está bem, para a nossa felicidade", relatou o atacante sobre o colega.

A seleção se prepara para a Copa América, torneio que começa em 14 de junho. Na estreia, o Brasil enfrenta a Bolívia no Morumbi, em São Paulo; na sequência, joga contra a Venezuela na Fonte Nova, em Salvador em 18 de junho; e fecha a fase de grupos contra o Peru no dia 22, na Arena Corinthians, em São Paulo.

MAIS SOBRE:

futebolNeymarseleção brasileira masculina de futebolGabriel JesusWeverton Guilherme
Comentários