Galvão critica Tite e CBF por amistosos da seleção: 'não tem cabimento'

Jogos diante de Estados Unidos e El Salvador acontecem nos dias 7 e 11 de setembro

Relacionadas

Galvão Bueno está de volta das férias após a Copa do Mundo da Rússia. Na última segunda-feira, o narrador da Globo participou do programa Bem Amigos!, do SporTV, do qual é apresentador, e criticou não só a CBF pelos amistosos da seleção brasileira como também o técnico Tite.

Os primeiros amistosos da seleção após o Mundial serão diante de dois adversários sem muita tradição no futebol, escolhidos pela CBF. "Qual é o sentido de se iniciar um trabalho contra Estados Unidos e El Salvador? Não tem lógica, não tem cabimento", disse Galvão Bueno, ressaltando a ausência de adversários europeus.

Para comprovar essa importância, Galvão relembrou que o último grande confronto eliminatório que a seleção venceu um europeu foi a final da Copa do Mundo de 2002, contra a Alemanha. Desde então, a seleção canarinho não ganha de um país do velho continente em jogos mata-mata.

"O Peru vai jogar contra Holanda e Alemanha", disse. O jornalista também relembra que apoiou a permanência de Tite por mais quatro anos, mas que ele está repetindo o erro de Mano Menezes em 2010, quando o ciclo também começou em um duelo diante de uma seleção inexpressiva. 

"Caberia ao Edu e ao Tite dizer: 'não, assim não, assim não quero'. Estamos repetindo sabe o que? O Mano Menezes em 2010, que jogou nos Estados Unidos. O Neymar fez um gol, o Pato fez outro, e que espetáculo! Leva onde isso? Leva a lugar nenhum", enfatizou.

Na sequência, o também jornalista esportivo Mauro Naves, da Globo, informa que conversou com Edu Gaspar sobre o assunto e ele se defende dizendo que não conseguiu marcar datas com equipes mais fortes: "O Edu não consegue, mas o Edu do Peru consegue? Desculpe, Edu. Tá errado, começou errado".

Os amistosos diante de Estados Unidos e El Salvador acontecem nos dias 7 e 11 de setembro. Relembre a convocação

 

MAIS SOBRE:

FutebolGalvão BuenoTiteCBF [Confederação Brasileira de Futebol]futebolseleção brasileira masculina de futebol
Comentários