Galvão critica Tite por linguagem difícil: 'Volte a ser técnico de futebol'

Narrador da Globo não gostou de expressões como 'externos desequilibrantes' e 'jogador terminal'

Relacionadas

O narrador Galvão Bueno criticou muito as expressões utilizadas pelo técnico Tite, da seleção brasileira, durante a última entrevista coletiva, concedida após o empate com o Panamá. Durante partida amistosa com a República Checa, o locutor da Rede Globo falou da linguagem do treinador em diversas ocasiões.

"Volte a ser um técnico de futebol. Essa coisa de falar nessa pregação estranha, palavras que nem existem. Um pacote de palavras embrulhado que não tem a ver com você", pediu Galvão, na fala mais longa sobre o assunto.

Na entrevista coletiva depois do jogo contra o Panamá, Tite usou termos como "jogador terminal", para se referir a centroavantes e "externo desequilibrante" para falar de atacantes que jogam pelas pontas.

Posteriormente, mais próximo ao final da partida contra a República Checa, Galvão voltou a pedir uma linguagem mais simples a Tite. Na internet, a fala dividiu opiniões. Veja algumas das reações dos internautas.

O Brasil venceu o amistoso contra a República Checa por 3 a 1. Pavelka abriu o placar para o checos aos 37 do primeiro tempo, mas Roberto Fimino empatou aos 4 do segundo tempo, Gabriel Jesus virou aos 37 e depois fez outro gol aos 45, fechando a conta.

MAIS SOBRE:

futebolGalvão BuenoTiteseleção brasileira masculina de futebol
Comentários