Gandula é espancado e clássico termina na delegacia; veja vídeo

Tadeu Francisco registrou boletim de ocorrência por lesão corporal e diz que foi agredido por 4

Relacionadas

Cenas lamentáveis foram mais uma vez vistas em uma partida de futebol brasileiro. O jogo entre Comercial e Operário ia bem até que, aos 45 do segundo tempo, o Comercial abriu o placar, com Jô. Na sequência, a briga generalizada no Estádio Morenão, palco do dérbi, começou. 

'Ba-Vi da Paz' tem briga generalizada, nove expulsos e acaba antes da hora

Cobra invade treino da Moto GP e quase é atropelada por pilotos; veja

Tenista David Goffin tenta voleio e acerta bolada no próprio olho; veja

O gandula Tadeu Francisco, 19 anos, jogador das categorias do Operário, comemorou o gol à beira do campo: isso foi o estopim para a briga. Jeferson Reis foi o mais exaltado e desferiu socos contra o rapaz, logo após derrubá-lo. O gandula agredido está com suspeita de fratura no nariz. Ele foi à delegacia prestar queixa acompanhado de familiares. 

A Polícia Militar precisou intervir e chegou a ir até o vestiário da equipe Sul-Mato-Grossense para prender o atacante. Porém, ele já tinha ido embora do estádio e deve se apresentar à Polícia Civil. Já o massagista do clube Raul Prazeres não teve a mesma “sorte”: foi detido por lesão corporal e levado para delegacia.

"O autor Raul revidou com um soco no nariz da vítima, que em seguida a vítima saiu correndo e todos outros jogadores do Operário correram atrás, quando o alcançaram e deram um chute em sua panturrilha o derrubando ao solo, momento em que o autor Jeferson passou a lhe desferir socos no rosto, diante dos fatos outros jogadores e integrantes de ambos os times entraram na confusão e outras agressões de menor potencial ocorreram", diz parte do B.O. 

Veja o vídeo do momento da confusão abaixo:

 

MAIS SOBRE:

futebolPolícia MilitarvídeoComercial Futebol ClubeOperário-mt
Comentários