Gandula que foi espancado por jogador no MS fazia bico para pagar a faculdade

Cena, que chamou a atenção no fim de semana, envolveu Tadeu Kutter Junior, que ganhava R$ 50 por jogo

O gandula Tadeu Francisco Kutter Junior, de 19 anos, que foi espancado pelo atacante Jefferson Reis, do Operário-MS, após comemorar um gol sofrido pelo time na partida contra o Comercial-MS, pelo Campeonato Sul-Matogrossense, neste fim de semana, fazia um "bico" para arrecadar dinheiro e conseguir pagar a faculdade. Ele ganhava R$ 50 por jogo.

Philippe Coutinho tem casa roubada e carro guinchado em Barcelona

Kutter fazia sua terceira partida no ano como gandula e também é jogador: ele é goleiro da equipe sub-19 do próprio Comercial e já treinava como quarto goleiro da equipe profissional. A revelação foi feita por ele em entrevista ao diário Lance!.

"Estava fazendo esse bico de gandula para ganhar um dinheiro mesmo, para ajudar a pagar minha faculdade de educação física. Comecei a trabalhar como gandula no ano passado, nos jogos do Comercial como mandante", afirmou ele, em reportagem feita pelo jornal.

Garota de 9 anos compõe música para o Corinthians e viraliza nas redes

O vídeo da agressão sofrida pelo gandula provocou indignação nacional. Após o Comercial ter aberto o placar aos 45 minutos do segundo tempo, Kutter comemorou o gol na beira do campo, no Estádio Morenão, o que provocou a indignação do atacante adversário. Jeferson Reis foi o mais exaltado, veio correndo o e desferiu socos contra o rapaz, logo após derrubá-lo. Logo após, começou uma briga generalizada no estádio.

Torcedor chama Douglas de gordo e ele responde: 'Sua mãe já me viu sem roupa'

Após o jogo, o gandula prestou queixa na delegacia, acompanhado da familiares, e fez exames de corpo de delito. Nesta segunda-feira, Kutter gandula fez raio-X no Centro de Especialidades Médicas de Campo Grande e foi encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande, onde passou por nova radiografia, de acordo com o Lance!.

Paysandu brinca com torcida e anuncia Ronaldinho Gaúcho no elenco; veja

O jogador responsável pela agressão foi afastado pelo clube. Em comunicado divulgado em seu site oficial, o Operário anunciou o afastamento de Jéferson Reis pela "confusão no fim da partida". Outro punido da mesma forma pelo clube foi o massagista Raul dos Prazeres, que teria participado da confusão.

Veja as cenas da agressão:

MAIS SOBRE:

futebolBarcelona [Futbol Club Barcelona]Philippe CoutinhoCorinthiansRonaldinho Gaúcho
Comentários