Garoto com câncer 'supera' Ibra e Diego Costa e vence 'gol do mês' na Inglaterra

História do menino Bradley Lowery, torcedor do Sunderland, comove o mundo inteiro

Relacionadas

Dizem que futebol é "apenas" um jogo. A comoção mundial causada pela tragédia da Chapecoense mostrou que não. Deixou claro que ele é muito mais do que isso. E nessa semana, o esporte deu mais uma mostra do quão humanitário ele pode ser. Tudo isso porque o gol do mês de dezembro do Campeonato Inglês não foi marcado pelo artilheiro Diego Costa, tampouco Ibrahimovic ou muito menos o golaço "escorpião" marcado por Mkhitaryan. O gol do mês foi marcado por Bradley Lowery, garoto de apenas cinco anos que sofre com neuroblastoma, um tipo de câncer que afeta o sistema nervoso.

Espécie de mascote do Sunderland, o jovem sempre está presente nos jogos do seu time de coração e, no último dia 14, antes da derrota de sua equipe para o Chelsea, Bradley entrou em campo e marcou um gol de pênalti, levando a torcida presente ao St. Mary Stadium ao delírio. A partir daí, começou uma campanha na internet pedindo que a BBC, responsável pela premiação, abrisse uma exceção e escolhesse o gol do garoto ao invés de premiar um atleta profissional.

"Brad acaba de acordar e assistiu #MOTD2 e descobriu que ele ganhou o #goldomês. Ele está na lua", postou o perfil que a família do jovem mantém para divulgar as ações da luta dele contra a doença. Eles, inclusive, lançaram um site para levantar fundos para um tratamento de cerca de 700 mil que o garoto precisa se sujeitar para ganhar mais algum tempo de vida.

MAIS SOBRE:

FutebolChapecoenseCampeonato InglêsIbrahimovicChelseaBBCFutebol
Comentários