Jovem da base corintiana posta frase de Angela Davis; Casagrande elogia

Clube tem buscado discutir este e outros temas sociais com os jogadores das categorias inferiores

Gustavo Bertulino, jogador de 14 anos da base do Corinthians que atua como meiocampista, recebeu elogios de um dos grandes ídolos do clube, o ex-atacante Casagrande. Não foi por conta de algum gol ou jogada que tenha feito dentro de campo, mas de algo mais importante: o garoto postou uma foto demonstrando estar estudando sobre o racismo e como lutar contra ele.

Relacionadas

Bertulino postou uma foto nas redes sociais enquanto lia o livro 'Pequeno Manual Antirracista", de Djamila Ribeiro. "Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista", escreveu o garoto na legenda, repetindo uma frase da filósofa norte-americana Angela Davis. Muitos torcedores elogiaram a postura do jovem de estudar o problema.

Depois, o próprio Bertulini postou uma imagem da mensagem que recebeu de Casagrande. "Gostaria de lhe parabenizar pela sua postura em querer estudar e se preocupar com o preconceito racial.Parabéns e boa sorte na carreira, Gustavo", disse o ídolo corintiano ao garoto. O garoto agradeceu pelo carinho e apoio do comentarista da Rede Globo.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

"Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista" - Ângela Davis #Timao #DemocraciaCorinthiana

Uma publicação compartilhada por Gustavo Bertulino (@gustavobertulinooficial) em

O Corinthians tem estimulado o debate sobre o racismo durante a pausa dos campeonatos de base por conta da pandemia do coronavírus, com um trabalho desenvolvido pela psicóloga e pelos assistentes sociais do Núcleo Educacional Social Psicológico (Nesp) do departamento de formação de atletas do Corinthians.

Tanto os jovens quanto suas famílias tem tido apoio psicológico do clube. Os encontros semanais abordam o racismo no passado e no presente e valoriza a trajetória de grandes ídolos negros do Corinthians. Segundo os profissionais do departamento, o impacto entre os atletas foi positivo e mais temas devem ser debatidos.

MAIS SOBRE:

futebolCorinthiansracismoCasagrande
Comentários