Gestor do Londrina chama atletas do time de 'porcaria' e rescinde contratos

Sergio Malucelli assumiu culpa pela fase ruim da equipe em entrevista coletiva após derrota

Relacionadas

A fase do Londrina na série B não é boa: o time tem 31 pontos, está na 16ª posição e briga para escapar do rebaixamento - o Vila Nova, primeiro no Z-4, tem um ponto a menos. No último jogo, foi derrotado pelo Operário, o que foi a gota d'água para o gestor da equipe, Sérgio Malucelli.

Malucelli concedeu entrevista coletiva após a partida e usou palavras muito fortes para falar sobre os atletas. "Quero pedir desculpas para o nosso torcedor pela vergonha que passamos. Me sinto envergonhado porque, perder para os reservas do Operário-PR, o time merece cair mesmo. Eu não culpo os jogadores, culpo eu mesmo por contratar essas porcarias", declarou.

O dirigente prometeu ainda dispensar atletas. "Amanhã (domingo) vou fazer uma limpa e vou mandar muitos jogadores embora. Eu sou culpado, porque anos atrás tomei medidas antes, e esse ano demorou muito. A gente dá tudo que é de bom e do melhor. Se eu fosse jogador, eu pedia para ir embora, se tivesse vergonha na cara", afirmou Malucelli.

E a promessa foi cumprida. Neste domingo, o Londrina encerrou o contrato de três atletas: os zagueiros Diogo Silva e Wallace Acioli e o lateral-esquerdo Juninho - apenas este último atuou diante do Operário. Em nota oficial, o clube agradeceu pela dedicação e desejou sorte aos três na carreira. Nenhum deles chegou sequer a dez jogos no time paranaense.

O Londrina volta a entrar em campo na próxima terça, às 19h 15, diante do lanterna Figueirense. A equipe tentará acabar com a fase ruim, de apenas uma vitória nos últimos cinco jogos.

MAIS SOBRE:

futebolLondrina Esporte ClubeCampeonato Brasileiro de Futebol [Série B]Sérgio Malucelli
Comentários