Goleiro do Rio Verde-GO expõe falta de água e de comida no clube

Entrevista de Tom após vitória do time ganhou repercussão nas redes sociais

Relacionadas

Em entrevista coletiva depois da vitória do Rio Verde sobre o Goianésia, no domingo, 2, que garantiu a permanência da equipe vencedora na primeira divisão do Campeonato Goiano, o goleiro Tom, do Rio Verde, desabafou sobre a situação crítica do clube.

"O que a gente viveu dentro do Rio Verde não foi futebol. Os problemas daqui não foram só os salários", disse o goleiro, em referência ao atraso nos pagamentos, que ele mesmo já tinha denunciado à imprensa local em março.

"Enfrentamos muitos problemas. Teve dia que não tinha água e às vezes não tinha o que comer depois do jogo". Segundo o jogador, o técnico do time chegou a usar o próprio dinheiro para comprar comida para os jogadores.

O vídeo da entrevista já foi visto mais de 200 mil vezes na página da Rádio Vera Cruz, de Goianésia, no Facebook. Assista:

 

Em entrevista ao jornal Lance, Tom contou que a repercussão do vídeo fez com que torcedores passassem a ajudá-lo quando encontravam com ele nas ruas. "Alguns torcedores colocaram R$50, R$100 no meu bolso. É legal esse reconhecimento, mas fico tímido. Esse dinheiro me ajudou muito"

MAIS SOBRE:

FutebolFutebolGoiás
Comentários