Goleiro reclama de falta de almoço e até talheres no CSA; clube nega

'Estamos aqui, pedimos aquela quentinha, só que nem talher nós temos para comer', disse Jordi

Relacionadas

O goleiro Jordi, do CSA, usou as redes sociais nesta quinta-feira para publicar um vídeo reclamando da falta de almoço e até talheres no clube. Após a repercussão das imagens, Rafael Tenório, presidente do time alagoano negou as afirmações do jogador que está emprestado pelo Vasco até dezembro deste ano.

 

"Estamos aqui, pedimos aquela quentinha, só que nem talher nós temos para comer. Temos que comprar a quentinha para almoçar, porque não tem almoço e ainda não temos talher. É assim que é a recuperação do atleta", disse Jordi nas imagens divulgadas.

"Difícil. A gente busca fazer o melhor, mas um clube sério como esse acho que deixa a desejar. Pelo menos uma refeição digna pra que a gente possa trabalhar, se alimentar e descansar um pouco para poder recuperar e voltar o quanto antes", acrescenta o jogador, que faz tratamento há duas semanas por conta de uma lesão muscular na coxa.

Horas após a publicação, o presidente do clube afirmou que "medidas serão tomadas". "Quero me referir em relação ao vídeo que está circulando nas redes sociais a respeito do nosso atleta. Nada disso é verdade. O CSA tem uma estrutura hoje composta por grandes profissionais, setor médico, nutricional, com profissionais competentes. Nada disso é verdade. Nós tomamos conhecimento desse fato e as medidas serão tomadas. O CSA é maior que qualquer comentário e qualquer posição individual. Nada disso procede. Que nós continuemos firmes, fortes e trabalhando no CSA com responsabilidade", declarou em vídeo também publicado nas redes sociais.

Em campo, o CSA perdeu para o Botafogo por 2 a 1 na última segunda-feira, pelo Campeonato Brasileiro. O próximo jogo da equipe será contra o Flamengo, domingo, no estádio do Maracanã.

MAIS SOBRE:

futebolCsaJordi
Comentários