Google Tradutor quebra barreira de idioma na Copa do Mundo da Rússia

Torcedores do Mundial têm usado ativamente o aplicativo de tradução em seus celulares

O futebol pode ser a língua mais universal do planeta, mas quando se trata de decifrar o alfabeto cirílico ou se comunicar com os moradores locais na Copa do Mundo da Rússia, o amor pelo esporte às vezes não é suficiente.

+ Agora o hexa vem! Criaram uma coxinha inspirada no torcedor russo da Copa

+ Facebook planeja produzir reality show com o astro Cristiano Ronaldo

+ Russo vira 'amuleto' da seleção na Copa e estará em jogo contra a Bélgica

Para contornar barreiras linguísticas na Rússia, os torcedores da Copa do Mundo têm usado ativamente o aplicativo Google Tradutor, da Alphabet, em seus celulares. A ferramenta os salvou do trabalho de remexer em livros de tradução ou de gesticular para pedir orientações.

O aplicativo provou ser indispensável para muitos torcedores se comunicarem com os moradores locais em bares, restaurantes e hotéis nas 11 cidades-sede.

"É muito difícil entender o alfabeto cirílico", disse o brasileiro Gustavo, que viajou mais de 12 mil quilômetros de sua terra natal, Poços de Caldas, para apoiar a seleção brasileira em Kazan, que enfrentará a Bélgica na sexta-feira pelas quartas de final.

"Então usamos o Google o tempo todo e perguntamos às pessoas o que elas estão tentando servir ou comer. Quando você usa o Google e conhece a tradução, isso se torna mais fácil".

Alguns fãs estrangeiros digitam o que querem dizer em russo em sua língua nativa e mostram a tradução para os locais. Outros usam a função de voz do aplicativo que permite que eles falem virtualmente com pessoas em outros idiomas.

Os russos também aderiram à estratégia.

"Estávamos na loja de souvenirs em Vladimir e a moça tinha o computador ligado para digitar suas palavras em russo e depois pedir que eu olhasse para a tela para ler as traduções para o inglês", disse Trisha, turista das Filipinas que visita Kazan.

Embora o aplicativo possa às vezes produzir traduções imprecisas ou inadequadas, os torcedores dizem que melhorou significativamente sua experiência na Copa do Mundo.

"Um de nossos amigos queria dizer à mulher em uma loja que as mulheres russas eram muito bonitas", disse o colombiano Juan David Londono em Samara, onde a Colômbia venceu o Senegal por 1 a 0 na fase de grupos no mês passado. "Mas quando o Google traduziu, disse que 'mulheres mais velhas são muito bonitas'".

Alguns repórteres também usaram a ferramenta para contornar restrições de idioma impostas em eventos de imprensa de certas equipes./Reuters

 

MAIS SOBRE:

FutebolCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]
Comentários