Governador da Colômbia pede a Temer que 'anjo' ganhe homenagem no Brasil

Johan Alex Ramirez, de apenas 15 anos, recebeu o apelido da imprensa internacional por ajudar no resgate das vítimas do voo da Chapecoense

Relacionadas

O governador da província de Antioquia, na Colômbia, Luis Pérez Gutiérrez, enviou um pedido ao presidente Michel Temer para que Johan Alex Ramirez, o "anjo" que auxiliou no resgate às vítimas do voo da Chapecoense, seja homenageado pelo governo brasileiro em nome dos colombianos. 

Johan, um jovem de apenas 15 anos que trabalha com o pai em uma lavoura, varou a noite com os bombeiros para ajudar no resgate aos jogadores, comissão técnica e jornalistas que estavam no voo da Chape. O garoto e o pai moram a apenas quatro minutos de distância de onde a aeronave caiu, portanto conhecem bem a região, segundo informações do UOL

O pedido de homenagem feito pelo governador foi enviado ao embaixador do Brasil na Colômbia, Julio Bitelli, e divulgado em sua conta no Twitter:

 

 

"Johan Alex é símbolo dos antioquenhos solidários, nobres e trabalhadores, sempre atentos em servir seus semelhantes. Esta homenagem é para o povo de Antioquia e Johan representa o povo, as autoridades e as equipes de resgate", diz o documento. 

"Ao reconhecer a sua entrega e heroísmo, ajudaremos a forjar em outros garotos, garotas e adolescentes a cultura da solidariedade e do bem-comum, que nos ajudará a enfrentar as dificuldades e a nos vermos como irmãos", diz o texto.

MAIS SOBRE:

FutebolChapecoense
Comentários