Grandes paulistas se unem para pedir liberação de cerveja nos estádios

Governador João Dória prometeu vetar projeto de lei que permite comercialização de bebidas alcoólicas nas arenas

Relacionadas

Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Santos se uniram por uma causa em comum: pedir a liberação da cerveja nos estádios paulistas. Os quatro grandes clubes do estado, junto com a Federação Paulista de Futebol, iniciaram a campanha #LiberaBrejaSP através das redes sociais.

No dia 13 de junho, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou projeto de autoria do deputado Itamar Borges (PMDB) permitindo a venda e o consumo de bebidas alcoólicas dentro e nos arredores dos estádios, desde 1h30 antes do jogo começar até 1h depois de terminar. As bebidas estão proibidas nas arenas desde 1996, em um raio de até 200m da entrada.

No entanto, o governador João Dória (PSDB) prometeu vetar a lei, alegando que ela seria inconstitucional por ser contra o Estatuto do Torcedor, uma lei federal. Os clubes e a Federação tentam pressionar o governo estadual, já que a venda de bebidas pode ser uma nova fonte de receitas.

Outros estados também tem projetos de lei para liberar a venda de bebidas alcoólicas, como Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Já locais como Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e Mato Grosso já liberaram a comercialização de cerveja dentro das arenas. No Paraná, a proibição foi derrubada, mas posteriormente retomada pelo Tribunal de Justiça Estadual a pedido de procurador-geral.

MAIS SOBRE:

futebolCorinthiansPalmeirasItamar BorgesSão Paulo Futebol ClubeSantos Futebol ClubeFPF [Federação Paulista de Futebol]bebida alcoólicacerveja
Comentários