Grupo que defende os animais condena presença de urso em jogo na Rússia

Animal ganhou os holofotes entregar a bola a bola da partida entre Angusht e Mashuk

Relacionadas

A presença de um urso durante a partida entre Angusht e Mashuk, válida pela terceira divisão russa, no último fim de semana, gerou repercussão nas redes sociais. Internautas e organizações de defesa dos direitos dos animais condenaram a ação.

+ Camisa azul? Novo manto do Atlético-MG vira piada nas redes sociais

+ Rodriguinho faz dois, exibe versatilidade e é eleito o Fera da 1ª rodada

+ Cristiano Ronaldo marca golaço de voleio em treino do Real; assista

Chamado de Tim, o animal ganhou os holofotes do jogo ao entregar a bola para o árbitro do confronto. Controlado pelo seu domador, ele se posicionou no estádio e começou a bater palmas antes da chegada do juiz. O urso foi emprestado por um circo local, afirmou o gerente do Mashuk, Rustam Dudov.

O grupo "World Animal Protection", com sede em Nova York, se posicionou afirmando em declaração a agência AP, que é possível ver que "métodos de treinamento cruéis foram usados" no animal.

O urso ainda é cotado para a cerimônia de abertura da Copa do Mundo, marcada para junho. Durante sua apresentação, o sistema de som do local perguntou para os torcedores gostariam de ver Tim no Mundial.

MAIS SOBRE:

FutebolCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]
Comentários