Gustagol salva Corinthians e recebe elogio de Mourinho: 'Consigo vê-lo na Europa'

Jogador balançou as redes aos 42 minutos do segundo tempo e fechou o placar da partida contra o Racing

Relacionadas

Gustagol foi o responsável por salvar o time do Corinthians da derrota em casa para o Racing, da Argentina, nesta quinta-feira. O jogador balançou as redes aos 42 minutos do segundo tempo e fechou o placar em 1 a 1. Após o jogo, recebeu elogios do técnico José Mourinho, um dos comentaristas da transmissão feita pela DAZN.

"Consigo vê-lo perfeitamente na Europa. Tem as características para o futebol europeu, onde cada vez há menos, como vocês dizem, o centroavante de referência, hoje em dia há mais jogadores de mobilidade, que baixa para jogar, mas é muito jogos com determinadas características, segue sendo muito importante este tipo de jogador", afirmou Mourinho, que deixou recentemente o United.

"Pelo que me deu a entender, o jogador tem um cabeceio muito forte. Vou ter de ver outras vezes para tentar perceber se seu tipo de movimentação e jogo entre linhas também têm algo de positivo. Mas gostei também de seu caráter, no final do jogo, a maneira como se comunicava com os companheiros detona claramente força mental, gostei muito", completou o treinador.

Nas redes sociais, Gustagol foi exaltado pelos torcedores do Corinthians. "Que fase vive o Gustagol", "Gustagol merece todos os meus aplausos", "amar mesmo eu amo o Gustagol", "Gustagol é o melhor centroavante do Brasil","não sei o que seria do Corinthians hoje se não tivesse o Gustagol", comentaram alguns dos fãs no Twitter.

Com 14,5 mil tuítes em apenas 15 minutos após o jogo, a torcida colocou o nome de Gustagol no tópico mais comentado do Twitter no Brasil. Ele ficou à frente até de Mourinho na rede social. Em campo, o Corinthians ficou no empate por 1 a 1 em jogo válido pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Com o resultado, o time depende somente de uma vitória simples no dia 27, na Argentina, para avançar na competição. Empate sem gols é do Racing.

MAIS SOBRE:

futebolCorinthiansJosé Mourinho
Comentários