Hackers vazam lista de jogadores que fizeram 'doping autorizado' em Copa

Grupo russo obteve lista de atletas que usaram substâncias com liberação médica no Mundial da África, em 2010

Relacionadas

Um grupo russo de hackers chamado Fancy Bears divulgou na interenet uma lista de atletas com seus respectivos documentos que foram autorizados por médicos a fazer uso de substâncias ilícitas na Copa do Mundo de 2010, na África.

Em casos excepcionais, a Agência Mundial Antidoping (Wada) permite o uso, desde que fique comprovado que o atleta tem algum problema de saúde que necessite do uso e que não haja interferência no desempenho.

A lista vazada de jogadores traz nomes como Carlos Tevez e Gabriel Heinze (que defenderam a seleção argentina) e Dirk Kuyt, da Holanda. Há ainda outros 22 nomes na relação, que apesar de autorizados a usar substâncias não permitidas foram flagrados em exames antidoping.

O grupo russo já havia, anteriormente, divulgado documentos que mostravam que atletas de outros esportes, como o brasileiro Diego Hypolito, tiveram autorização para usar medicamentos não permitidos em competições - no caso do ginasta, um remédio para bronquite.

O tenista Rafael Nadal também já fez uso de remédios com autorização durante torneios, mostram os documentos.

MAIS SOBRE:

futebolfutebol
Comentários